ÚLTIMAS NOTÍCIAS
ZA

wagner

ZA

Training

ZB

Seleção Brasileira

Seleção/block-1

Internacionais

Internacionais/block-5

Superliga

Superliga/block-5

Superliga B

Superliga B/block-1

Superliga C

Superliga C/block-3

Últimas notícias

(Superliga) Vedavit Vôlei Guarulhos bate Vôlei Funvic Natal e sobe na tabela

Vedacit Vôlei Guarulhos x Vôlei Natal Funvic
Em duelo bastante disputado, o Vedacit Vôlei Guarulhos derrotou o Vôlei Funvic Natal por 3 sets a 1, parciais de 28/26, 23/25, 25/20 e 25/11, no ginásio da Ponte Grande, pela 8ª rodada da Superliga 2021/2022. A equipe paulista, que teve como destaque o ponteiro Deivid (eleito o melhor em quadra e ganhador do troféu VivaVôlei), chegou aos 12 pontos e assumiu a 6ª colocação, enquanto o time potiguar acabou caindo para o 8º lugar da tabela.

Desde o começo a partida se mostrou de muita ‘carimba’ e de duas equipes que fariam de tudo para levar a vitória. No primeiro set não faltou saque forçado e, consequentemente, muitos erros, deixando, as vezes, a partida mais lenta e demorada. Na reta final, e nos detalhes, os donos da casa acabaram levando a melhor ao fazerem 28 a 26, com destaque para o oposto Franco (27 pontos em todo o duelo).

O segundo set foi bastante parecido com o primeiro, com as duas equipes trocando pontos e com ninguém conseguindo abrir uma boa vantagem. Contando com os estrangeiros Elian e Patrick Gusman (após um acordo junto a CBV), o Vôlei Funvic Natal tinha mais opções de ataque e conseguiu, também nos detalhes, a vitória por 23 a 25, empatando assim o confronto.

Se Franco de um lado e Elian do outro eram os principais pontuadores das equipes, o que se viu no terceiro set foi uma grande atuação do ponteiro Deivid, que fez 21 pontos na partida, e foi fundamental para o Vedacit Vôlei Guarulhos garantir a vitória na parcial por 25 a 20. No quarto set, o que se viu foram muitos erros do Vôlei Funvic Natal, com os donos da casa chegando a fazer 8 a 1. Essa vantagem foi administrada de forma bem tranquilidade e a vitória do time paulista foi de incríveis 25 a 11.

O Vedacit Guarulhos volta a jogar na próxima quinta-feira, dia 9, contra o Montes Claros América Vôlei, às 19h, no ginásio Tancredo Neves. Já o Vôlei Funvic Natal dá um tempo na Superliga e foca no Mundial de Clubes, que ocorre em Betim. O time de Javier Weber estreia terça-feira, às 18h, contra o UPCN, da Argentina.

Equipes: (pontos no jogo)

Vedacit Vôlei Guarulhos: Sandro, Franco (26), Deivid (21), Renato Pato (5), Babu (5) e Matheus Alejandro (8) e Rogerinho (líbero)
entraram: Luiz Felipe Pantaleão, João Franck e Batagim
técnico: Guilherme Novaes

Vôlei Funvic Natal: Murilo Radke (2), Gabriel Santos (2), Elian (21), Lucena (8), Fábio (4), Patrick Gasman (8), Felipe Brito (9) e Thales (líbero)
entraram: Matheus Krauchuk (9), Vitor Yudi (1), João Mossa e Gabriel Garcia
técnico: Javier Weber

foto: Vedacit Vôlei Guarulhos/Facebook    

(Superliga) Farma Conde Vôlei São José derrota Montes Claros América Vôlei

Farma Conde Vôlei São José x Montes Claros América Vôlei

No início da partida, o Montes Claros América Vôlei começou na frente criando uma vantagem de dois pontos, mas logo o Farma Conde Vôlei se recuperou com Tiago Mão no saque, marcando ace para empatar e depois complicando a recepção adversária para virar em 6 a 5.A equipe mineira até retomou a dianteira do placar, mas no momento final da parcial, o time joseense criou uma pequena vantagem e fechou o set em 25 a 23.

A segunda parcial começou equilibrada e, novamente, a equipe do América construiu uma pequena vantagem, agora de três pontos em 4 a 7, obrigando o treinador Peu parar o jogo. A conversa teve efeito, tanto que o Farma Conde Vôlei conseguiu a virada em 9 a 8, após belo bloqueio do central Johan.O jogo permaneceu equilibrado, mas com o time joseense com uma pequena vantagem, entretanto no final da parcial o Montes Claros América Vôlei conseguiu a virada e teve tranquilidade para fechar em 22 a 25, empatando a partida.

O equilíbrio do jogo se manteve no início do terceiro set, mas desta vez quem construiu uma pequena vantagem no marcador foi o Farma Conde Vôlei São José abrindo 10 a 8, fazendo a equipe mineira parar o jogo. A pausa também teve efeito positivo para os adversários que empataram e até conseguiram a virada, mas empurrado pela torcida, o ponteiro Thierry liderou a reação joseense que finalizou o set em 25 a 23.

No quarto set, o equilíbrio permaneceu, a equipe joseense tentava fechar a partida, enquanto os mineiros buscavam levar o jogo para o tie-break, o que teve reflexo no placar já que nenhum time conseguia deslanchar no marcador. Entretanto, o Montes Claros conseguiu uma boa vantagem ao abrir 14 a 17. As substituições do time joseense não tiveram muito efeito e a partida foi para o quinto set já que o Coelho, com destaque para Jonadabe (26 pontos na partida) venceu a quarta parcial em 17 a 25.

No tie-break, o Farma Conde Vôlei começou na frente abrindo 2 a 0, o Montes Claros reagiu, mas a equipe joseense permaneceu na dianteira do placar ao fazer 8 a 5, então os mineiros pararam o jogo. O time mineiro conseguiu uma reação ao empatar a parcial em 10 a 10. Entretanto novamente com o apoio da torcida, os donos da casa frearam o embalo dos visitantes e fecharam a parcial por 15 a 13.

O próximo compromisso do Farma Conde Vôlei São José será na próxima quarta-feira, dia 8, diante do Vôlei Renata, às 18h30min, no ginásio Taquaral, em Campinas. Já o Montes Claros América Vôlei joga na quinta-feira, dia 9, contra o Vedacit Vôlei Guarulhos, às 19h, no ginásio Tancredo Neves.

Equipes: (pontos no jogo)

Farma Conde Vôlei São José: Matheus Winck (2), Renan Buiati (23), Thierry (15), Tiago Mão (7), Thales Falcão (12), Johan (13) e Felipinho (líbero)
entraram: Anderson Jr., Noleto (3), Vitor , Wallaf (5) e Fabio Paes
técnico: Pedro Uehara

Montes Claros América Vôlei: Adami (1), Jonadabe (26), Juninho (5), Vini (10), Gabriel Cotrim (10), Maycon Leite (10) e Filipinho (líbero)
entraram: Cesinha, Andre Saliba (1) e Rodrigo Leandro (13)
técnico: Henrique Furtado

foto: Mariana Luz/MLuz Fotografia

(Superliga) Goiás Vôlei faz jogo duro e Vôlei Renata vence no tie-break

Vôlei Renata x Goiás Vôlei
Pela 8ª rodada da Superliga 2021/2022, o Vôlei Renata precisou suar a camisa para vencer o Goiás Vôlei por 3 sets a 2, parciais de 25/17; 26/28; 25/18; 16/25 e 15/12, no ginásio do Taquaral. A equipe de Campinas, que teve o líbero Alê eleito o melhor em quadra, chegou aos 12 pontos e subiu para a 5ª colocação, enquanto o time esmeraldino conquistou seu primeiro ponto na competição e agora está na 11ª posição da tabela de classificação.

O Vôlei Renata construiu o primeiro set de forma tranquila. Com Adriano no saque, o time campineiro pressionou o adversário e logo obrigou um pedido de tempo depois de sequência de três bloqueios seguidos, com Lucão, Evandro e Canuto (8 a 1). Na volta da paralisação, Judson surpreendeu o adversário tirando a força do saque e anotou ace. Os visitantes acordaram no jogo, mas os comandados do técnico Marcos Pacheco seguiram firmes no saque e frearam a reação em outro ace de Judson (18 a 11). Na reta final, Adriano, de volta depois de ser campeão Pan-Americano sub-23 com a Seleção Brasileira, assumiu o protagonismo, com bloqueio pela entrada (22 a 14) e explorando a marcação adversária para fechar a parcial: 25 a 17.

O segundo set foi truncado e equilibrado do começo ao fim. Os visitantes conseguiram controlar o placar em boa parte da parcial, mas os campineiros foram buscar na reta final em passagem de Adriano pelo saque. Com o saque forçado do ponteiro, o Vôlei Renata passou na frente em contra-ataque de Evandro (23 a 22). A equipe do Goiás Vôlei aproveitou a sequência de erros da equipe da casa e deixou tudo igual: 26 a 28.

O equilíbrio foi mantido no terceiro set. As duas equipes trocaram pontos em boa parte da parcial. Evandro apareceu em momento decisivo para rodar contra-ataque e dar uma pequena folga para o Vôlei Renata no placar (14 a 12). Após pedido de tempo de Pacheco, os donos do Taquaral acertaram o sistema defensivo e otimizaram as oportunidades de contra-ataque com Evandro e Lucão para desgarrar no placar (20 a 17). Na sequência, Canuto ampliou em bloqueio simples (21 a 17). Com Nasser e Cristiano em quadra, na inversão do 5-1, a equipe campineira manteve o embalo e fechou em ace do levantador: 25 a 18.

No quarto set, o Goiás Vôlei voltou novamente concentrado e aproveitando os erros do adversário foi abrindo vantagem no placar. Com destaque para o oposto Lucas Tcho Tcho e o ponteiro Ricardo Júnior que fizeram 17 pontos cada, durante toda a aprtida, a equipe do técnico Marcão teve tranquilidade (algo que faltou durante as partidas anteriores do time) para administrar a diferença no marcador e conquistar a vitória na parcial por 18 a 25.

Apesar do começo ruim na parcial de desempate, o Vôlei Renata iniciou a reação em bloqueio de Lucão, que trouxe a diferença para apenas um ponto (4 a 3). Em passagem de González pelo saque, os donos do Taquaral viraram o marcador em contra-ataque de Temponi (8 a 7). O levantador campineiro estava inspirado no quinto set e, numa mistura de malandragem e sangue frio, deixou a bola passar depois de um passe alto para manter o time campineiro na frente (11 a 9). Em ataque de Lucão, a equipe da casa fechou: 15 a 12.

“Goiás jogou muito bem, foram agressivos no saque, mas no momento decisivo soubemos neutralizar os principais pontos deles, fomos inteligentes em alguns momentos. É uma vitória importante. Agora é seguir para buscar o ritmo de jogo ideal para a sequência que vamos ter”, analisa o técnico Marcos Pacheco.

O Vôlei Renata volta a jogar na próxima quarta-feira, dia 8, contra o Farma Conde Vôlei São José, às 18h30min, novamente no ginásio do Taquaral, em Campinas. Já o Goiás Vôlei  encara no domingo, dia 12, o Fiat/Gerdau/Minas, às 14h, na Goiânia Arena.

Equipes: (pontos no jogo)

Vôlei Renata: Demian Gonzalez, Evandro (73), Bruno Canuto (11) e Adriano (5), Judson (13), Lucão (15) e Alexandre Elias (líbero)
entraram: Bruno Temponi (3), Lima, Cristiano (2) e Igor Nasser (4)
técnico: Marcos Pacheco

Goiás Vôlei: Evandro, Ricardo Jr. (17), Erick Costa (1), Raphael Marcarini, Eder Levi (4), Vini (2) e Lukinhas (líbero)
entraram: Kauan Jaques (11), João Victor (8), Lucas Tcho Tcho (17), Arthur Pereira (2), e Pedro William (1)
técnico: Marcos Henrique

foto: Pedro Teixeira/Vôlei Renata

(Paranaense) AVP-Palmas e Araucária/Berneck decidem título neste domingo

AVP-Palmas comemora
Com inicio em agosto, o Campeonato Paranaense 2021 tem seu encerramento neste domingo, às 18h, com a decisão do título em jogo único. Estarão lado a lado, os dois times de melhor campanha na fase classificatória, casos de AVP-PalmasNet/Sudati/PM Palmas e SMEL Araucária/ASPMA/Berneck, que se enfrentam no ginásio Monsenhor Engilberto. A partida terá transmissão ao vivo da FPVTV (canal no YouTube da Federação Paranaense de Vôlei).

Com uma campanha de nove vitórias em nove jogos, a AVP-PalmasNet/Sudati/PM Palmas chegou a semifinal como grande favorita diante do PM Arapongas. E sem muitas dificuldades, a equipe comandada pelo técnico Salsa, que conta com jogadores interessantes como o central Marcelo Falcão e o ponteiro Leo Alexsander, venceu por 3 sets a 0, parciais de 25/17, 25/14 e 25/12, no ginásio Monsenhor Engilberto.

Já a outra semifinal, que tinha tudo para ser bem disputada, já que se enfrentariam 2º e 3º colocados na classificação geral, o que se viu (ou melhor, o que não se viu) foi a vitória por W.O. da SMEL Araucária/ASPMA/Berneck sobre a AMVP/Dom Bosco/Coopercard, ou seja, 3 sets a 0, com um triplo 25/0. Não tivemos nenhuma informação sobre o motivo da ausência do time de Maringá no duelo que seria realizado na última sexta-feira, no ginásio CSU.

foto: Thaise Oliveira/FPV